quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Vivendo mais de perto



Era noite, chegada a hora do descanso prometido (merecido) depois de um dia cansativo, enfim espreguiçar, relaxar, elevar o pensamento ao Pai e dormir.

Mas o sono não veio, eu estava mais desperta que pela manhã, peguei meus fones de ouvido (músicas românticas antigas) e logo me empolguei entre escritas e lembranças tantas, de tempos remotos, (alguns só existentes em pensamentos) a esperar o sono, esse, sem presa alguma de chegar, não se via nem sinal da sua presença.

E ali mergulhei em escritos, pensamentos e sentimentos. Não sei por quanto tempo, totalmente dormente para a noite e a realidade que me cercava, como a não sentir as horas passarem, meus sentidos foram surpreendidos pela suave mudança de clima e claridade que adentravam pelas janelas, me avisando do alvorecer eminente. A música em meus ouvidos era linda. Não pude tirar os dois fones; retirei apenas um pois o som cá do mundo real também era lindo, com certeza mais lindo. Nesse momento me faltou coragem de retirar o segundo fone, fiquei em uma mescla de sentimentos e sensações.

Os primeiros tímidos cantarolares dos pássaros a festejar o novo dia, o galo a cantar com mais vigor se fazendo ouvir por mais longe, sem deixar dúvidas, sim, de que o dia estava a nascer e com ele meu coração a se encher de novas energias e contentamento. Meus olhos grudaram com toda atenção nas mudanças que se faziam presentes em minha frente. O céu estava a se iluminar embalado pelos sons naturais e pelos que eu escutava em meu ouvido, senti forte emoção. Era tudo tão lindo, tão belo, tão mágico. Uma corrente de ar fria me surpreende e em meus olhos brilhantes vejo cair uma fina e suave neblina; não pode mais continuar ali. Retirei o outro fone, levantei-me e fui mais de perto viver.


Abri a ponta e saí descalço sentindo a pele toda arrepiar com o abraço gelado da manhã, a areia fria do quintal massageava meu pés e tímidos raios de sol chegavam para festejar aqueles instantes que se faziam eternos ao som festejante dos pássaros e das árvores em seu ritual de agradecimento ao Pai. Me detive ali até que o sol esquentasse, e seu brilho ardente não me deixasse mais lhe admirar... 

AnnaLírios



Fotos AnnaLiríos

❤Abraços ❤
❤Paz e Luz!!!✿
✿Anna Lírios✿

6 comentários:

  1. Simplesmente maravilhosas tuas palavras. Lindo demais te ler e há momentos que vivenciamos e nem mais queremos esquecer. Lindo céu também!
    Adorei!
    abraços, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chica, boa tarde!!!
      Obrigada por suas palavras.
      Um abraço.
      Paz e Luz!!!

      Excluir
  2. Olá, Anna!
    Um belo texto, com uma volta ao passado, na noite, no horário de descanso. É justamente no tempo passado que nos encontraremos crianças, adolescentes, jovens com tantos ideais, com tantos sonhos...
    Um belo momento de reflação nesse belo trabalho. Parabéns.
    Um abraço.
    Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pedro, boa tarde!!!
      Fico contente com suas palavras. Realmente é um momento que os pensamentos fluem, também é o que mais escrevo, mesmo sabendo que nem sempre devo... kkkk Pela manha tenho que está com as energias carregadas para os desafios de cada dia.
      Um abraço.
      Paz e Luz!!!

      Excluir
  3. Que delícia de momento em que você pode desfrutar de todo o romantismo da vida! Momento único! Bela narrativa!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Célia, boa tarde!!!
      Fico feliz por vc ter gostado, feliz com suas palavras. Realmente são momentos como esse que vemos o quanto de sentimentos bons somos capazes de sentir.
      Um abraço.
      Paz e Luz!!!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...