terça-feira, 26 de julho de 2016

Nossa memória e suas prioridades.

É próprio do ser querer guardar lembranças, com o objetivo de revivê-las depois. Seja para contar à posteridade, seja para contar aos filhos e netos, para narrar naquele encontro de familiares e de amigos ou para ser contada como piada, o importante é dar mais vida, é tentar eternizar àquele instante que consideramos importante por algum motivo, ou por motivos vários.

Mas na prática não é tão simples assim; às vezes, no calor da vivência, pensamos: “isso nunca esquecerei”, e até já criamos um colorido para contar de forma engraçada. Mas nem todos os dias é dia santo, daí acontecem outras coisas e esquecemos, o dia finda, e não contamos a ninguém. Os dias passam e com ele também se vão aquelas lembranças, que acreditamos que não as esqueceríamos. Às vezes, só lembramos “encarnação”(muito tempo) depois; aí não sabemos mais para quem queríamos falar, e por que carregam aqueles sentimentos; nada mais tem as mesmas cores agora, só sentimos o que não sabemos mais explicar. 

Nossa memória é bem interessante. Às vezes, o que consideramos importante não é o que lembramos depois; é como se ela tivesse vida própria e os seus critérios de armazenamento fossem diferentes dos nossos. Sei que existe uma lógica nisso tudo. Talvez o que nos marque não seja os acontecimentos que pensamos ter valores, que pensamos ser importantes; é como se nossa mente nos conhecesse melhor do que nós mesmos.

Às vezes, fico impressionada o como lembro de banalidades; coisas tão sem nexo de tempos remotos que acho sem nenhuma finalidade. Enquanto tento lembrar de coisas que considero importantes e não consigo, ou coisas que foram tão engraçadas. Sorrimos com tanta intensidade: verdadeiras gargalhadas, aqueles momentos mágicos que desejamos não ter fim, que buscamos eternizá-los em um graveto qualquer ali ao alcance da mão; uma folha seca, um grão de arreia que estaria predestinada a carregar o peso de uma tempestade. Por isso aprendi uma lição: se quero eternizar um instante, escrevo sobre ele com riquezas de detalhes. Assim sempre que eu ler saberei exatamente o que senti e vivi; já as lembranças que considero sem importância aprendi reavaliar e encontrar um sentido. 
 
Temos na verdade um mecanismo de defesa, em que ela nos protege às vezes de nós mesmos, nos poupa de certas lembranças para evitar sofrimentos; também age como mecanismo de diretrizes nos intuindo o certo e o errado, como um guia universal, nos dando aquela sensação do certo a fazer. Ela guarda coisas que no primeiro momento não vemos relevância e só em um segundo momento percebemos como isso funciona e vemos que cada coisa tem uma finalidade uma razão de ser e estar.

AnnaLírios




 Foto de AnnaLírios


6 comentários:

  1. Bom Dia, Anna!

    Adorei a sua reflexão e atualmente uso do mesmo modo que você para guardar memórias: escrever!

    Beijocas,
    Rebeca Grauer, O Cafofo Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rebeca Grauer, fico feliz que tenha gostado.
      Obrigada por seu comentário e sua visita!!!
      Volte sempre!!!
      Paz e Luz!!!
      Abraços ❤

      Excluir
  2. Esse assunto é meio delicado, mas depois de ler seu texto só tenho a dizer: Ual!
    Amei Flor!
    Fiz um post no meu blog, se puder da uma conferidinha>> http://melissamorei.blogspot.com.br/2016/07/tag-liebster-award.html
    É uma tag e indiquei o seu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melissa Moreira, fico contente por vc ter gostado do texto!!!
      Adorei vc ter me indicado, estou trabalhando na tag,(rsrsrs) breve postarei!!!
      Obrigada pela visita e por comentar!!!
      Volte sempre!!!
      Paz e Luz!!!
      Abraços ❤

      Excluir
  3. Realmente é bem assim...Nossa memória nos surpreende e coisas que queremos lembrar por vezes, esquecemos e o oposto também acontece! beijos, lindo fds! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chica, tudo bem?
      Fico feliz com sua visita.
      Uma ótima semana para você!!!
      Um grande abraço!!!
      Volte sempre!!!
      Paz e Luz!!!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...