segunda-feira, 16 de maio de 2016

Desconhecido, que bicho é esse?

Hoje eu só quero dizer: “não aguento mais, quero desistir, essa situação já passou dos meus limites de aceitação, estou sem forças para lutar, acabou, vou entregar os pontos”.

Sei que pode parecer fraqueza, medo, insegurança, sei lá mais o que, porém, estou ciente que é o melhor a ser feito e que pode sim ser tudo isso mesmo, mais quero mesmo assim.

Não aguento mais tanta pressão, viver assim não seria viver e sim sofrer no vale da morte a cada dia.

Toda vez que penso me dar um frio na barriga, minhas pernas tremem, meus pés e minhas mão gelam, meu coração dispara como se quisesse sair pela boca em um ato de puro suicídio, minha respiração muda, tenho muita pena dos meus pulmões, eles trabalham redobrado, me deixando quase sem ar, sinto forte dor de cabeça e a aquela sensação de morte me visita carregada de medo, angustia e desespero.

Meu Deus porque não posso simplesmente desistir e pronto, todo esse sofrimento acabaria em um piscar de olhos, e que bendito seria esse piscar, como um posso de mágica eu me libertaria, caiam-se por terra todos os agrilhoes, e eu seria plenamente feliz, completa e realizada.

Por que tem quer ser tão difícil tomar uma decisão, acredito que seria melhor para todo mundo, eu estaria bem, sem conflitos, e melhor me relacionaria com o meu próximo, sem estrese sem aquela nuvenzinha escura sob minha cabeça, todos sairiam ganhando.

A questão do não quero, não vou, não posso, é um assunto muito mal resolvido e pouco trabalhado, tendemos a agir conforme as circunstâncias, e vamos acumulando mal está, geradoras de cargas negativas, que vão nus consumindo lentamente e sem trégua, até aquele momento do Grito, nem sei se isso é bom ou ruim, porque nem sempre que gritamos agimos, o Grito na verdade só serve para nos indicar que percebemos que tem algo errado, é um sinal de alerta cuida se não tu morre, por falar em morte como nem todos acreditam nela, então a advertência seria, cuida se não a coisa piora ou aqui ou do lado de lá.

Engraçado como a porta de entrada teima em está sempre aberta pois se trata do pensamento, sempre penso as piores coisas que possa ocorrer, por mais que eu tente me equilibrar, suavizando meus pensamentos, mantendo minha mente zen, não adianta, a lembrança sempre encontra um jeitinho de me pegar de surpresa, como se eu gostasse dessas surpresas elas sempre insistem em voltar mesmo sendo repudiada, rejeitada e expulsa a ponta pés, em uma atitude selvagem de tratar o que não é bem-vindo.

E lá está ela de volta, me atormentando, como se eu não tivesse nada para fazer, ela vem tirar minha paz e começa tudo de novo, as vezes tenho a impressão que vou mediunizar, não é possível que só uma lembrança possa ter tamanha força, tem quer estar acompanhada por um Espírito para fazer tanto estrago no meu equilíbrio emocional.

É a única explicação aplausível, porque medo, acredito que seja a consequência de algo, não a causa, ninguém tem medo porque é medroso, se é medroso por outro motivo, que desencadeou no medo.

A teimosa pergunta que não quer calar, o que poderia ser então tudo isso? Que bicho de sete cabeças é esse? Quem é o grande dragão que está cuspindo fogo e destruindo minha paz, tirando o meu sono me fazendo tremer de medo, morrendo a cada segundo, e despertando no mesmo penar sem fim?

Quem seria o causador de tamanho sofrimento e aflição, se pudéssemos ver o que acontece no nosso mundo mental, meu Deus as batalhas do apocalipse seriam fichinha, e o mundo entraria em um verdadeiro caos.

Será mesmo só o desconhecido, o mostro devastador, ceifador da paz?

Meu Deus, me ajude a aprender a Dirigir, a vencer meus medos... Que eu consiga tirar a bendita carteira de habilitação.


Amém.  

Anna Lírios


***




Esse texto foi construído, no calor de um grande conflito, senti-me, apavorada entre a vontade de aprender a dirigir e o pavor do mesmo.

Venci o Dragão que estava a cuspia fogo, consegui finalmente tirar minha habilitação. 

O medo de dirigir, esse é tema de outro capitulo da minha jornada.

Todos os dias, desmistifico um bicho de sete cabeças.

Anna Lírios









Fotos e texto AnnaLírios

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AnnaLírios

Obrigada por sua visita!!! Volte sempre!!! ❤ Um Abraço ❤ Paz e Luz!!!

Visualizações